domingo, 3 de maio de 2009

Maria, mãe de Jesus

Versículo chave Lucas 1:38

"Disse, então, Maria: Eis aqui a serva do Senhor, cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela."

Quem era Maria?

Uma mulher comum que se preparava para seu casamento com José.
Uma mulher que estava prestes a ter sua vida mudada completamente.

Maria teve o privilégio de ser escolhida para ser a mãe de Jesus o Messias. Ela recebeu a visita do anjo com uma notícia que mudaria o rumo de sua história.
(Lucas 1:26-38)

Maria era jovem, pobre e mulher tinha características que não a faziam valorizada naquela época, principalmente para executar uma tarefa importante, fazer parte de um plano divino. Uma tarefa que exigia obediência e submissão.

*Deus nos escolhe mesmo que sejamos impróprios aos olhos das pessoas.

Para que o plano de Deus se cumpra em nós é preciso confiança para seguir suas diretrizes e submissão, obedecendo suas ordenanças.

Pode ser que no plano divino traçado pra nós haja dor e sofrimento, para que nossa missão seja completa.

*Maria quase perdeu o noivo por estar grávida antes do casamento.
(Mateus 1:19 e 20)

Com toda certeza ela foi alvo de críticas e julgamentos por sua gravidez, algo escandaloso para a época.

*Maria não duvidou da mensagem do anjo, apezar de ficar assustada e achar sua mensagem confusa.
(Lucas 1:29)

Maria foi a única pessoa que esteve com Jesus tanto no seu nascimento quanto na sua morte.

Maria tinha conhecimento desde quando Jesus estava em seu ventre, de tudo o que teria que enfrentar como mãe, sabia de sua responsabilidade e as dores que sentiria por seu filho.
(Lucas 2:35)

O grande privilégio de Maria, incluía ver o sofrimento de seu filho, que seria rejeitado, crucificado e morto por aqueles á quem veio salvar.

*Maria demonstra sua feliciade pela gravidez de Jesus louvando ao Senhor.
(Lucas 1:46-55)

Ela se maravilha por poder trazer ao mundo àquele que salvaria os pobres, os humildes e os desprezados.

*Quando Jesus já era adulto ela se submeteu a sua vontade e seu agir.
(João 2:5)

*Mais tarde Jesus pediu para que João cuidasse dela.
(João 19:25-27)

Maria foi uma mulher forte e obediente que sofreu muito como mãe, porém não deixou de cumprir os propósitos de Deus.

Lições de vida

1-Deus escolhe pessoas que se colocam inteiramente à sua disposição.

Deus não escolhe pessoas pelos seus talentos, dons e capacidade, ele escolhe áquelas que têm um coração disposto a servir e obedecer. Mesmo sendo pessoas comuns e sem atrativos aos olhos humanos, Deus nos olha e enxerga tudo aquilo que podemos nos tornar se obedecermos e nos submetermos a sua vontade.


2-Os planos de Deus envolvem acontecimentos extraordinários na vida de pessoas comuns.

A partir do momento que decidimos obedecer e nos submeter a sua vontade, coisas extraordinárias acontecem. O nosso coração é transformado dia-a-dia para a conclusão do plano divino em nós. Os nossos pensamentos e atitudes começam a tomar rumos antes inimagináveis.
O extraprdinário acontece começando pela mudança a ser gerada em nós.


3-O caráter de uma pesssoa é revelado por sua resposta a situações e acontecimentos inesperados.

Mostramos que temos um caráter moldado por Deus quano nossas atitudes não são aquelas que as pessoas esperam, mas sim o que Deus espera de nós. Quando agimos segundo a vontade de Deus mesmo que as pessoas ao nosso redor tenham atitudes diferentes das nossas.


*Maria foi uma mulher que como todas pôde sentir a alegria de ser mãe, de ver seu filho crescer á cada dia, se desenvolver, acompanhou seus passos como sendo ele Jesus o Salvador, contemplar seus milagres e o mais difícil de sua missão, sofrer as suas dores sabendo que nada ela podia fazer para mudar esse sofrimento. um sofrimento não só por ele, mas por todos nós.

Maria foi obediente e submissa á Deus no cumprimento do seu propósito.
Sentiu dores, sofreu e viu a morte se seu filho amado, porém não deixou de confiar e obedecer à Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário